As dívidas estão entre os maiores pesadelos dos brasileiros. Além de impedir a realização de novos sonhos – como a compra de um imóvel -, elas causam desespero e frustração pela dificuldade em quitá-las.

Para se ter uma ideia do problema, dados do Serasa Experian indicam que em julho de 2018, o número de inadimplentes no país chegou a 61,6 milhões de pessoas. Ou seja, mais de 40% da população está devendo na praça.

No entanto, com muito esforço e dedicação, é possível sim se livrar das contas acumuladas.

Para saber como renegociar as dívidas e sair da inadimplência, confira as dicas que a Vibra Residencial trouxe!

Liste tudo o que está pendente

O primeiro passo é colocar na ponta do lápis tudo o que está devendo. Ter isso anotado irá ajudar a fazer um planejamento e ter uma melhor noção daquilo que se deve. 

Também é interessante fazer uma tabela com o orçamento e o salário mensal. Isso ajudará a definir quanto do dinheiro poderá ser direcionado para quitar as dívidas.

Defina prioridades 

Não é saudável ter mais de 30% do seu salário comprometido com as dívidas. Por isso, é necessário decidir quais deverão ser pagas primeiro.

A preferência deve ser por opções como a dívida do cheque especial e do cartão de crédito.

Ambas são as que possuem os juros mais elevados do mercado e podem atingir valores exorbitantes, acima de 300% ao ano.

Peça descontos na renegociação de dívidas

Mesmo com a opção de fazer a renegociação de dívidas online, o mais indicado é realizar o procedimento cara a cara com o credor ou banco.

Com essa atitude, você pode explicar melhor sua situação e as dificuldades que está enfrentando. Também é possível negociar algum desconto ou diminuição dos juros, por exemplo.

Estabeleça um valor limite para a dívida

No calor da emoção, é comum querer pagar a dívida em menos parcelas com valores mais altos. No entanto, isso pode ser um tiro no pé e tornar a situação ainda pior.

Por isso, defina um valor limite e dentro das suas condições para o pagamento mensal da renegociação.

Reestruture seu orçamento

Após definir o valor a ser pago, é imprescindível que você reestruture seu orçamento.

Dentro do período de pagamento da dívida, não faça mais compras parceladas e gaste o mínimo possível. Se for necessário, não utilize o cartão de crédito até o quitamento total do valor pendente.

Mudar os hábitos e optar por um estilo de vida mais simples irá ajudar a evitar novas dívidas e mais dores de cabeça para sua vida financeira.

Fazer a renegociação de dívidas para realizar novos sonhos é possível!

Fazer a renegociação de dívidas e sair da inadimplência é possível, sim! É muito importante que você se empenhe ao máximo para quitar as dívidas e voltar a sonhar com seus projetos, como a compra da casa própria, por exemplo.

E se você que ver mais dicas como essa, acesse o blog da Vibra Residencial! Aqui nós vibramos com você em todas as suas conquistas!